O JOGO COMO ESTRATÉGIA: UMA TRAJETÓRIA RUMO A INTERDISCIPLINARIDADE NO POE/CAPES/UEA

  • Edilson Silva
  • Ierecê Barbosa

Resumo

O Jogo aplicado como estratégia articuladora do processo interdisciplinar no Projeto do Observatório de Educação/CAPES/UEA – Manaus. Ações que tiveram o Jogo como fenômeno estudado buscando desvelar o seguinte problema de pesquisa: “Quais contribuições podem ser analisadas utilizando o jogo como estratégia interdisciplinar no projeto do Observatório de Educação/CAPES?”. Trata-se de uma observação participante caracterizada como pesquisa de Campo e Qualitativa, com intervenções que partiram de um Projeto Ação entre os componentes do Projeto de Aprendizagem do POE/CAPES/UEA na Escola Estadual Arthur Araújo – Manaus envolvendo Matemática, Língua Portuguesa e Ciências que são conhecidas como “Comunidades Investigativas” as quais se interrelacionam no trabalho com os Descritores evidenciados no PDE. Trabalho que teve como Objetivo Geral: “Compreender a utilização do jogo como estratégia interdisciplinar”. Alguns autores como: Kishimoto (2008, 2011), Fazenda (2003, 2006), Jantsch & Bianchetti (2004), Anastasiou & Alves (2012), Japiassú (1976) facilitaram nossa compreensão epistemológica à respeito do assunto precedendo os Objetivos Específicos: “Fundamentar teoricamente o jogo como estratégia interdisciplinar; Descrever os jogos como estratégias interdisciplinares (na percepção dos sujeitos) do POE e Analisar sua utilização no 8°/9° ano da Escola supramencionada. Os resultados apontaram para um esforço coletivo e desprendimento de zonas demarcatórias de saber, também, a necessidade de não adotarem o jogo como mero passatempo ou distante de alteridade e práxis pedagógica, o que exitosamente conduziu os alunos a um estado de aprendizagem, não sobrepondo o ensino ao prazer do jogar, tampouco, o prazer de jogar à importância do aprendizado, gerando um equilíbrio próprio do jogo na educação.

Publicado
2017-05-02
Como Citar
SILVA, Edilson; BARBOSA, Ierecê. O JOGO COMO ESTRATÉGIA: UMA TRAJETÓRIA RUMO A INTERDISCIPLINARIDADE NO POE/CAPES/UEA. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 7, n. 12, p. 10-21, maio 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/87>. Acesso em: 22 out. 2019.
Seção
Artigos