PERCEPÇÕES DO EROTISMO E DA SEXUALIDADE KAMBEBA: ENTRE A INFLUÊNCIA OCIDENTAL E OS SABERES TRADICIONAIS

  • Dalva Mota
  • Regina Vieira
  • Núbia Breves
  • Roberto Sobrinho

Resumo

O presente artigo tem por finalidade promover uma reflexão sobre como os Omágua/kambeba da comunidade de Três Unidos, no baixo Rio Negro, concebem e vivenciam sua sexualidade. Esta reflexão se insere na problemática da influência da cultura ocidental sobre os ritos amorosos e costumes sexuais dos indígenas, praticados ou não, em decorrência do contato prolongado com o não índio. Dentro de uma abordagem histórico-cultural e embasada na teoria do construcionismo social, descreve-se o intercurso sexual dos indígenas com os colonizadores, evidenciando as consequências do processo civilizatório, para fazer um paralelo com a sexualidade kambeba e suas formas de manifestação atual. Trata-se, portanto, de uma pesquisa de abordagem qualitativa, no qual a metodologia utilizada foi do tipo exploratória, com traços etnometodologicos, por se centrar em uma característica especifica de uma determinada etnia e suas tradições, utilizando como técnicas de coleta a observação direta, as entrevistas abertas e semiestruturadas. O artigo apresenta as perspectivas do estudo da sexualidade baseado na experiência ativa em que a educação sexual deve estar voltada para as dimensões afetivas da vida, sob a ótica de autores clássicos como Bataille, Freud, Reich, e Foucault entrelaçando-se com as contribuições etnográficas de Levi Strauss e outros, propondo uma compreensão mais abrangente das questões sexuais, em relações interétnicas, evidenciando algumas análises parciais, cujo resultado final estará sistematizado em uma dissertação de mestrado.

Publicado
2017-04-25
Como Citar
MOTA, Dalva et al. PERCEPÇÕES DO EROTISMO E DA SEXUALIDADE KAMBEBA: ENTRE A INFLUÊNCIA OCIDENTAL E OS SABERES TRADICIONAIS. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 111-122, abr. 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/76>. Acesso em: 16 dez. 2019.
Seção
Artigos