A RELAÇÃO CRIANÇA-AMBIENTE COMO RESULTADO DE VIVÊNCIAS, PERCEPÇÕES E APROPRIAÇÃO / The relation child-environment as result of experiences, perceptions and appropriation

  • José Lacerda Junior
  • Elisa Zacarias
  • Maria Inês Higuchi

Resumo

A interação da criança com seu entorno físico vem sendo discutida com mais intensidade no contexto contemporâneo convocando a construção de práticas e reflexões sobre o tema. Nessa perspectiva, esse artigo problematiza a relação criança-ambiente a partir das categorias espaço, percepção ambiental e apropriação. O texto remete a uma discussão no campo teórico-conceitual da relação evidenciando as crianças como atores sociais. Destaca-se o reconhecimento do espaço como elemento radical, a construção da percepção ambiental como forma reveladora do universo infantil e a apropriação social como instrumento que permite aprendizagens significativas de cuidado.

Publicado
2017-05-09
Como Citar
LACERDA JUNIOR, José; ZACARIAS, Elisa; HIGUCHI, Maria Inês. A RELAÇÃO CRIANÇA-AMBIENTE COMO RESULTADO DE VIVÊNCIAS, PERCEPÇÕES E APROPRIAÇÃO / The relation child-environment as result of experiences, perceptions and appropriation. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 10, n. 21, p. 123-134, maio 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/274>. Acesso em: 13 dez. 2019.