REFLETINDO A DIMENSÃO POLÍTICA NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR

  • Caroline Ramos
  • Quesia Vicente
  • Sarah Valente
  • Lucinete Gadelha
  • Lizandra Martins

Resumo

Este artigo traz algumas reflexões sobre o desenvolvimento curricular da Educação Ambiental em uma perspectiva política, analisando os objetivos desse tema transversal previstos na Carta de Belgrado, nos documentos produzidos pela Conferência de Tibilisi, na Lei Diretrizes e Bases da Educação Nacional e nos Parâmetros Curriculares Nacionais do Meio Ambiente, procurando detectar as ideologias políticas presentes no desenvolvimento da prática do currículo efetivo e do currículo oculto que é desenvolvido nas escolas. A metodologia utilizada para a construção desse artigo foi a pesquisa bibliográfica, onde constatamos a necessidade de um comprometimento efetivo entre os setores políticos, educacionais e sociais a favor de um trabalho que objetive a transformação do comportamento humano através da educação, condizente com a realidade da Educação Ambiental da atualidade levando em conta as dificuldades encontradas na construção desse processo.

Publicado
2017-05-04
Como Citar
RAMOS, Caroline et al. REFLETINDO A DIMENSÃO POLÍTICA NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 8, n. 15, p. 204-2013, maio 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/161>. Acesso em: 05 dez. 2019.
Seção
Artigos