DIMENSÕES DA PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE EM PARINTINS-AM / The dimensions of the precarization of the teaching work in Parintins-AM

  • Andreza Weil
  • Antônia Diógenes
  • Kátia Schweickardt

Resumo

As mudanças ocorridas no contexto do ajuste neoliberal interferem nos espaços públicos, e consequentemente, nas políticas educacionais. Aliado a este processo surge uma nova morfologia social do trabalho, caracterizada pelas mutações na racionalidade produtiva e que tem impacto sobre as atividades docentes. Este artigo tem por objetivo analisar os aspectos que precarizam as condições objetivas e subjetivas do trabalho dos docentes da Educação Básica do município de Parintins. Para tal, foi realizada uma pesquisa por meio de formulários com perguntas abertas e fechadas que foram aplicados junto a 25 docentes que atuam na rede pública do município. Os principais fatores em destaque que expressam a precarização foram: a instabilidade e sobrecarga de trabalho, desvalorização salarial e ausência de recursos para o desenvolvimento das atividades. Além disso, os docentes relataram que estas situações têm impactado diretamente em sua saúde física e mental. Desta forma, constata-se a ausência do poder público sobre as situações de precarização que permeiam o cotidiano dos professores.

Publicado
2017-05-09
Como Citar
WEIL, Andreza; DIÓGENES, Antônia; SCHWEICKARDT, Kátia. DIMENSÕES DA PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE EM PARINTINS-AM / The dimensions of the precarization of the teaching work in Parintins-AM. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 10, n. 21, p. 199-207, maio 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/281>. Acesso em: 13 dez. 2019.