UMA GEOGRAFIA MILITAR E UMA NOVA VERSÃO INTERPRETATIVA TERRITORIAL PARA A AMAZÔNIA

  • Michel Pereira da Silva UEA
  • Wendell Teles de Lima UEA
  • Ana Maria Libório de Oliveira IFB
  • Sebastião Perez de Souza
  • Iatiçara Oliveira da Silva UEA

Resumo

A Geografia Militar é a compreensão da Geografia que surge antes da institucionalização desse ramo na ciência. Faz parte das ciências militares, não é apenas um saber operacional e descritivo, depois de um período de ostracismo e em função da temporada entre guerras, torna-se fundamental no cenário atual mundial. A Amazônia ganha destaque em função do seu território e por ser permeada de questões militares que repercutem na dimensão de seu espaço, até o presente momento, com o fortalecimento da mesma no atual cenário. Aplicou-se análise em uma pesquisa bibliográfica conforme quadro de formação e seu desenvolvimento, contribuindo para o revigoramento de uma geografia militar amazônica momento propicio para esse contexto.


 


La Geografía Militar es la comprensión de la Geografía que surge antes de la institucionalización de esa rama en la ciencia. Es parte de las ciencias militares, no es sólo un saber operativo y descriptivo, después de un período de ostracismo y en función de la temporada entre guerras, se vuelve fundamental en el escenario actual mundial. La Amazonia gana destaque en función de su territorio y por ser permeada de cuestiones militares que repercuten en la dimensión de su espacio, hasta el presente momento, con el fortalecimiento de la misma en el actual escenario. Se aplicó análisis en una investigación bibliográfica conforme cuadro de formación y su desarrollo, contribuyendo para el revigorización de una geografía militar amazónica momento propicio para ese contexto.

Publicado
2019-04-08
Como Citar
SILVA, Michel Pereira da et al. UMA GEOGRAFIA MILITAR E UMA NOVA VERSÃO INTERPRETATIVA TERRITORIAL PARA A AMAZÔNIA. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 55-67, abr. 2019. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1403>. Acesso em: 18 out. 2019.
Seção
Artigos