Uma percepção do ensino de geografia política e geopolítica

  • Wendell Teles de lima Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Sebastião Perez de Souza SEDUC
  • Ana Maria Libório de Oliveira Instituto Federal de Brasília
  • Marcelo Lacoortt Instituto Federal Sul-rio-grandense
  • Iatiçara Oliveira da Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Weldson Figueredo Gonçalves Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

Passado a época do ostracismo em que a geografia política ficou esquecida pela sua proximidade ou lembrança com a geopolítica e estigmatizada em função dos interesses imperialistas alemães que ficou diretamente ligada ao nazismo. Esses contextos trouxeram consequências graves a análise política do espaço, o ensino foi prejudicado em função da hegemonização da escola francesa resultando uma despolitização dos fatos, uma naturalização e compartimentação dos conteúdos. Apesar do processo do retorno ou fortalecimento dos conteúdos a partir dos anos 1970, e que ocorreu duma alavancada do qual denominou-se de uma geografia crítica, repercutindo nos conteúdos de geografia nos livros didáticos em sala de aula como atualidades, relações internacionais, geografia política e geopolítica, o que se evidencia é a falta de compreensão desses dos conhecimentos ou ebulição dos conteúdos diante do processo naturalização ou banalização dos conteúdos através das análises mais populista . A percepção dos alunos direciona-se que o ensino de geografia política e geopolítica restringe-se aos livros didáticos, como um conjunto de informações que serve apenas para serem utilizados em provas de conhecimento geral, como um grande jornais afim de propagar manchetes dos fatos. A necessidade de compreender essa percepção dos alunos é indicativa para se atentar, ou seja, dentro de uma crítica mais embasada, às dificuldades em sala de aula e a reflexão de como a geografia política e geopolítica são compreendidas e produzida em sala de aula. Dentro dessa concepção no desenvolvimento do trabalho tivemos como metodologia empregada opção pela pesquisa bibliográfica demonstrando nuanças desses dois ramos do saber e sua formação no ensino e as formas de como ocorre o ensino através de um trabalho de campo no colégio Escola Estadual Conceição Xavier de Alencar Ensino Médio na cidade de Tabatinga – Amazonas, foram utilizadas entrevistas como os alunos pelo turno vespertino, na coleta dos dados foi ocorrida pelo emprego do questionário estruturado e direcionado, sendo a seguinte população amostra.

Publicado
2020-03-16
Como Citar
LIMA, Wendell Teles de et al. Uma percepção do ensino de geografia política e geopolítica. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 136-154, mar. 2020. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1710>. Acesso em: 09 jul. 2020.
Seção
Artigos