A INCLUSÃO DE UMA ALUNA SURDA EM AULAS DE QUÍMICA ORGÂNICA: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE QUÍMICA INCLUSIVO

  • Ricardo Daniell Prestes Jacaúna UERR
  • Ivanise Maria Rizzati UERR

Resumo

O ensino de química ainda é um desafio para os educadores no sentido de aproximar o cotidiano dos estudantes com os conteúdos abordados em sala de aula, tornando-se ainda maior quando se fala da questão da inclusão de alunos portadores de Necessidades Educativas Especiais (NEE), em particular, alunos surdos, devido a falta de sinais específicos na área e material didático apropriado. Esta pesquisa apresenta uma proposta para abordar o conteúdo de funções orgânicas elaborada por um professor cego para atender uma aluna surda do terceiro ano do curso de Manutenção de Informática integrado ao Ensino Médio de uma escola estadual em Boa Vista, Roraima. Produziu-se um kit pedagógico para a montagem das moléculas orgânicas, materiais para a produção de perfumes e utilizou-se o Software Hand Talk, como auxílio de tradutor de voz para Libras, para facilitar a comunicação com a aluna surda e na aprendizagem do conteúdo abordado.

Publicado
2018-03-14
Como Citar
JACAÚNA, Ricardo Daniell Prestes; RIZZATI, Ivanise Maria. A INCLUSÃO DE UMA ALUNA SURDA EM AULAS DE QUÍMICA ORGÂNICA: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE QUÍMICA INCLUSIVO. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 11, n. 23, p. 11-19, mar. 2018. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/861>. Acesso em: 23 out. 2018.
Seção
Artigos