O CONHECIMENTO EM PLATÃO E O MÉTODO DAS CIÊNCIAS EXATAS: UMA TENTATIVA DE APROXIMAÇÃO ENTRE FILOSOFIA E FÍSICA

  • Jamily Silva
  • Ana Paula Silva

Resumo

A busca pelo conhecimento é uma constante em qualquer disciplina. Destacam-se os filósofos da Antiguidade dentre aqueles que sistematizaram o conhecimento e tentaram estabelecer seus objetivos e limites. Para compreender como os filósofos pensavam o conhecimento, discutimos aqui a analogia da Linha Dividida de Platão, em que são apresentados os conhecimentos sensível e inteligível, e como eles permitem alcançar o Bem, princípio incondicionado. A importância atribuída à geometria por Platão na busca pelo Bem influenciou vários pensadores durante os séculos posteriores, modificando suas interpretações da natureza e, consequentemente, a Física. Como exemplo da influência de Platão e sua compreensão do que seria o conhecimento, trazemos referências da obra Sobre os dois máximos sistemas de mundo de Galileu Galilei em que o argumento platônico sobre a importância da matemática e outras características deste filósofo se fazem evidentes.

Publicado
2017-04-25
Como Citar
SILVA, Jamily; SILVA, Ana Paula. O CONHECIMENTO EM PLATÃO E O MÉTODO DAS CIÊNCIAS EXATAS: UMA TENTATIVA DE APROXIMAÇÃO ENTRE FILOSOFIA E FÍSICA. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 83-96, abr. 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/74>. Acesso em: 13 dez. 2019.
Seção
Artigos