ALUNOS RESOLVEM PROBLEMAS ENVOLVENDO EQUIVALÊNCIA DE FRAÇÕES EM SITUAÇÃO QUOCIENTE

  • Angélica Angélica da Fontoura Garcia Silva Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC- SP)
  • Raquel Factori Canova Universidade Anhanguera de São Paulo,
  • Maria Gracilene de Carvalho Pinheiro Universidade Anhanguera de São Paulo

Resumo

Este artigo apresenta resultados de um estudo que investigou a compreensão de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, de uma escola pública da cidade de São Paulo, acerca da equivalência de números racionais em sua representação fracionária, em situações quociente. A investigação, de natureza qualitativa, é fundamentada teoricamente, em trabalhos que discutem processos de ensino e de aprendizagem desse conteúdo. Na análise deste estudo, percebeu-se que o ensino com as situações analisadas favoreceu a representação correta e a compreensão da equivalência, mas isso não ocorreu imediatamente. Baseados nestes resultados e nas discussões entre os participantes pode-se concluir que a compreensão do significado de frações tende a ser ampliada se houver, durante o ensino, a mediação do professor, utilizando a ideia de quociente, a fim de dar sentido aos símbolos e à sua manipulação.

Publicado
2019-07-22
Como Citar
SILVA, Angélica Angélica da Fontoura Garcia; CANOVA, Raquel Factori; PINHEIRO, Maria Gracilene de Carvalho. ALUNOS RESOLVEM PROBLEMAS ENVOLVENDO EQUIVALÊNCIA DE FRAÇÕES EM SITUAÇÃO QUOCIENTE. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 11, n. 24, p. 16-26, jul. 2019. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/1531>. Acesso em: 18 out. 2019.
Seção
Artigos