INFRAESTRUTURAS DE CIRCULAÇÃO: ENTRE A GEOPOLÍTICA E A GEOECONOMIA

  • Thiago Oliveira Neto
  • Ricardo José Batista Nogueira

Resumo

Os diversos fluxos que existem na atualidade dependem da existência de pontos geradores e receptores, para além disso, alguns desses fluxos, principalmente os transportes ocorrem por meio de pontos fixos que permitem propiciar o carregamento, abastecimento, embarque e desembarque de passageiros, no entanto esses fixos são constituídos de objetos geográficos que possuem função única ou conjunta referente ao transporte, seja com um uso estritamente geopolítico, geoeconômico ou ambos. Nesse sentido, esse texto busca apontar algumas reflexões sobre os objetos geográficos que permitem a circulação, desde as estradas, aeroportos e portos, tendo como enfoque os dois últimos, em decorrência de serem pontuais. Para realização desse estudo, fez necessário um breve levantamento bibliográfico articulando-se com alguns exemplos empíricos.

Publicado
2018-08-06
Como Citar
OLIVEIRA NETO, Thiago; NOGUEIRA, Ricardo José Batista. INFRAESTRUTURAS DE CIRCULAÇÃO: ENTRE A GEOPOLÍTICA E A GEOECONOMIA. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 82 - 107, ago. 2018. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1123>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Seção
Artigos