ESTADOS-NACIONAIS, FRONTEIRAS E O ENSINO DE GEOGRAFIA

  • Ricardo José Batista Nogueira UFAM

Resumo

O artigo tem como referência central o Estado territorial e sua abordagem no ensino de Geografia. Apresenta inicialmente as formas de representação simbólica que é o mapa do país e seu significado na construção dos nacionalismos. Posteriormente apresenta exemplos de livros didáticos de Geografia da Venezuela, do México, do Peru e do Brasil, e os discursos sobre a formação territorial de cada um deles, mostrando perdas e ganhos territoriais e as alterações nas fronteiras. Enfim, procura deixar patente que a Geografia tem um papel fundamental na formação dos nacionalismos sendo o livro didático um dos principais veículos para tal difusão.

Publicado
2021-02-12
Como Citar
NOGUEIRA, Ricardo José Batista. ESTADOS-NACIONAIS, FRONTEIRAS E O ENSINO DE GEOGRAFIA. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 141-157, fev. 2021. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/2044>. Acesso em: 01 mar. 2021.
Seção
Artigos