RDS DO TUPÉ: MECANISMOS DA ECONOMIA AMBIENTAL, SOLIDÁRIA E DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO ALTERNATIVA AO USO DA TERRA / Sustainable development reserve of Tupé

mechanisms of environmental economics, solidarity economics and environmental education as an alternative to the land use

  • Pedro Mariosa
  • Joziane do Nascimento

Resumo

A demora na instituição de Plano de Manejo de Áreas na RDS do Tupé, bem como em outras Unidades de Conservação (UCs) de Uso Sustentável, é um entrave para a legalização de atividades econômicas que envolvam o uso da terra nestes territórios, o que ocasiona a incapacidade das populações residentes de proverem a autogestão destas unidades e por consequência acabam exercendo atividades de forma não regular, que em alguns casos são predatórias e vão contra os princípios de conservação preconizados nas UCs. Em tese uma alternativa ao uso da terra para prover a autossuficiência destas sociedades residentes em UCs de Uso Sustentável em consonância com os princípios da conservação é a instituição de uma rede de Empreendimentos Econômicos Solidários e Sustentáveis (EESS), utilizando mecanismos provindos da Economia Solidária, da Economia Ambiental e da Educação Ambiental. A partir de uma abordagem multimétodos foi possível caracterizar, em primeira via, os empreendimentos e sinalizar estudos posteriores para a viabilidade de instituição destes EESS em rede na Comunidade do Livramento.

Publicado
2017-05-09
Como Citar
MARIOSA, Pedro; DO NASCIMENTO, Joziane. RDS DO TUPÉ: MECANISMOS DA ECONOMIA AMBIENTAL, SOLIDÁRIA E DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO ALTERNATIVA AO USO DA TERRA / Sustainable development reserve of Tupé. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 10, n. 21, p. 50-62, maio 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/268>. Acesso em: 06 dez. 2019.