ABORDAGEM DAS GEOCIÊNCIAS NO ENSINO INFANTIL DE CAÇAPAVA DO SUL, RS: A FORM[AÇÃO] DOS VULCÕES

  • Cristiane Heredia Gomes UFP
  • Diogo Gabriel Sperandio UFP
  • Natália Pinheiro Borges UFP
  • Rafael Lima Dessart UFPR

Resumo

: Metodologias Não-Formais de educação estão cada vez mais presentes no processo de Ensino-Aprendizagem. Deste modo, valer-se de ferramentas de ensino, que aliadas àquelas tradicionais, busquem estimular a troca de saberes e conhecimentos é fundamental para este processo. Assim, no presente trabalho os autores buscam levantar uma discussão acerca de práticas que conciliem o processo de ensino tradicional aliado à universidade, na qualidade de nutriz do fomento à Extensão, juntamente com experiências de educação Não-Formal e inserção da Cultura Científica na educação infantil do município de Caçapava do Sul – RS. Trataremos aqui acerca das experiências de transposição de conhecimentos científicos para crianças do ensino básico de forma lúdico-pedagógica no âmbito do projeto Museu Virtual Geológico do Pampa, desenvolvido na Universidade Federal do Pampa campus Caçapava do Sul. Por meio de atividades que conciliavam Ensino de Geociências, Extensão Universitária e Práticas Pedagógicas o trabalho buscou utilizar diferentes estratégias de ensino para a discussão destes temas com as crianças. Os dados obtidos indicaram que as atividades desenvolvidas no âmbito do estudo que, após as intervenções, os estudantes articulassem de forma plausível os conhecimentos científicos da teoria de formação do vulcão, assim como dos processos que os envolvem. Percebeu-se que as atividades desenvolvidas no presente trabalho não representam inovações pedagógicas, mas se firmam como fundamentos da responsabilidade institucional, acadêmica e social da universidade para com a comunidade.


 


 


Non-formal methodologies of education are increasingly present in the process of Teaching-Learning. In this way, use of teaching tools, which together with traditional ones to stimulate the exchange of knowledge and knowledge is fundamental to this process. In the present work, we search for to insert a discussion about practices that reconcile the process of traditional teaching associated to the university, as a foster to Extension, along with experiences of Non-formal education and insertion of Scientific Culture in the municipal education of children of Caçapava do Sul - RS. We will deal here with the experiences of transposing scientific knowledge for elementary school children in a ludic-pedagogical method in the scope of the project Virtual Geological Museum of Pampa, developed at the Federal University of Pampa. Through activities that reconciled Teaching of Geosciences, University Extension and Pedagogical Practices the work required to use different teaching strategies to discuss these themes with the children. The data indicated that the activities developed in the scope of the study that after the interventions the students plausibly articulated the scientific knowledge of the formation theory of the volcano, as well as of the processes that involve them. It was noticed that the activities developed in the present work do not represent pedagogical innovations, but they stand as foundations of the institutional, academic and social responsibility of the university towards community.

Publicado
2018-12-28
Como Citar
GOMES, Cristiane Heredia et al. ABORDAGEM DAS GEOCIÊNCIAS NO ENSINO INFANTIL DE CAÇAPAVA DO SUL, RS: A FORM[AÇÃO] DOS VULCÕES. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 11, n. 24, p. 44-56, dez. 2018. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/1272>. Acesso em: 06 dez. 2019.
Seção
Artigos