GREVE AMBIENTAL TRABALHISTA

  • Georgenor de Sousa Franco Filho

Resumo

Este estudo examina a possibilidade do exercício, no Brasil, da chamada greve ambiental trabalhista, como forma de paralisação do trabalho, com interrupção de sua prestação, a fim de obter atendimento a reivindicações estritamente ligadas a condições ambientais gerais de trabalho, conforme permite a Convenção n. 155 da Organização Internacional do Trabalho.


 

Publicado
2018-12-08
Como Citar
FILHO, Georgenor de Sousa Franco. GREVE AMBIENTAL TRABALHISTA. Nova Hileia | Revista Eletrônica de Direito Ambiental da Amazônia. ISSN: 2525 – 4537, [S.l.], v. 2, n. 2, dez. 2018. ISSN 2525-4537. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/novahileia/article/view/1239>. Acesso em: 17 out. 2019.
Seção
Artigos