Uma análise do espaço geográfico da tríplice fronteira do Alto Solimões: Tabatinga-Am/Brasil, Leticia/Colômbia e ilha de Santa Rosa/Peru

  • Brenda de Araújo Barbosa Universidade do Estado do Amazonas
  • Cintya da Silva Pereira Universidade do Estado do Amazonas
  • Grayce Gonçalves Reategue Universidade do Estado do Amazonas
  • João Paulo Oliveira da Costa Universidade do Estado do Amazonas
  • Wilton Paulo da Silva Veiga Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

Este artigo está voltado para uma análise da tríplice fronteira do Alto Solimões, estudando a dinâmica sócio espacial da mesma, com um olhar direcionado a economia e as estruturas governamentais, buscando a compreensão nas trocas de energias vividas e percebidas no ambiente social e cultural econômico. Podemos perceber neste artigo a influência de cada economia agindo neste espaço geográfico, e sua importância na vida da população de um modo geral. Percebemos as diferenças entre as nacionalidades determinando o modo de vida de uma parcela da comunidade. Utilizando-se da geografia para tentar compreender uma região rica em diversidade tanto cultural social e econômica. Nossa ideia é que as influências das redes geográficas e econômicas determinem as características da tríplice fronteira do alto Solimões.

Publicado
2020-03-16
Como Citar
BARBOSA, Brenda de Araújo et al. Uma análise do espaço geográfico da tríplice fronteira do Alto Solimões: Tabatinga-Am/Brasil, Leticia/Colômbia e ilha de Santa Rosa/Peru. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 121-135, mar. 2020. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1709>. Acesso em: 01 abr. 2020.
Seção
Artigos