O incentivo da agricultura no desenvolvimento geopolítico da tríplice fronteira visando melhorias para o município de Tabatinga

  • Edson Souza da Rocha Universidade do Estado do Amazonas
  • Ivanete Ribeiro dos Santos Universidade do Estado do Amazonas
  • Thaiz Teles Marques Universidade do Estado do Amazonas
  • Gilciane dos Santos Lopes Universidade do Estado do Amazonas
  • Jéssica kelly Dias Vieira Universidade do Estado do Amazonas
  • Wendel Telles de Lima Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

O presente artigo busca fazer um resumo descritivo da importância da agriculta no desenvolvimento geopolítico da tríplice fronteira, suas vantagens e desvantagens no que tange a falta de incentivo, infraestrutura, e mais apoio do poder público local, visando políticas públicas para a melhoria da classe dos agricultores. Tem como objetivo esclarecer a importância da agricultura para o desenvolvimento econômico do município de Tabatinga/AM e a contribuição dos países vizinhos Colômbia e Peru, no fornecimento de alguns produtos agrícolas que a região do Alto Solimões não produz devido ao solo e clima territorial que não é apropriado para o cultivo desses produtos que são fornecidos pelos países da fronteira.

Publicado
2020-03-16
Como Citar
ROCHA, Edson Souza da et al. O incentivo da agricultura no desenvolvimento geopolítico da tríplice fronteira visando melhorias para o município de Tabatinga. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 76-91, mar. 2020. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1706>. Acesso em: 20 set. 2020.
Seção
Artigos