A Incidência da Malária na Região do Rio Inauíni, no município de Boca do Acre/Am, no período de 2013 a 2015

  • Fabio Neves da Silva Universidade do Estado do Amazonas
  • Jennyfer Costa de Araújo Universidade do Estado do Amazonas
  • Klysma Firmino de Araújo Universidade do Estado do Amazonas
  • Luciana Rodrigues de Lima Universidade do Estado do Amazonas
  • Silmara Pinto Frota Universidade do Estado do Amazonas
  • Tennyson Fonseca Farias Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

A malária representa grave problema de saúde pública, em áreas tropicais e subtropicais. Afeta 198 milhões de pessoas e causam 584 mil mortes. No Brasil, alguns fatores, têm sido determinantes na dinâmica da transmissão da malária. Baseados nos dados, da pesquisa sobre "A Incidência da Malária na Região do Rio Inauíni, no município de Boca do Acre/Am, no período de 2013 a 2015". Para contextualização do tema elencou-se como objetivo geral identificar a ocorrência e características dos casos de malaria, e os específicos incluem casos por espécies de plasmodium, disposição dos casos por sexo e faixa etária, analisar quais fatores podem estar associado às taxas de incidência. Materiais e métodos: No desenvolvimento será realizado um estudo epidemiológico, retrospectivo, quanti-qualitativo, documental de modelo descritivo, usando-se dados secundários obtidos a partir de coleta em bases de dados do E-SUS/SIVEP_Malária, o método aplicado é hipotético-dedutivo. Resultados e Discussões: Na série histórica analisada foram notificados na microrregião do rio Inauíni, 306 casos, corresponde ao Coeficiente de Incidência de 193/1.000 habitantes. Em relação ao gênero, o estudo evidenciou predominância no sexo masculino, enquanto na variável espécie, o predomínio foi do P. Falciparum. Enquanto à faixa etária, 15 anos a mais foi predominante. Conclusão: A pesquisa contribuiu para observar importantes flutuações dos casos entre 2013 a 2015, compreender o perfil epidemiológico e comportamental da malária, mediante a aquisição dos resultados contribuirá para medida de vigilância, prevenção e controle, que devem se adotada como rotina afim de, evitar a proliferação do parasita e manter a doença controlada.

Publicado
2019-11-05
Como Citar
SILVA, Fabio Neves da et al. A Incidência da Malária na Região do Rio Inauíni, no município de Boca do Acre/Am, no período de 2013 a 2015. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 90 - 102, nov. 2019. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1611>. Acesso em: 19 nov. 2019.
Seção
Artigos