AGRICULTURA FAMILIAR E A OCUPAÇÃO DO SOLO DE TERRA PRETA EM SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS NA RODOVIA AM-070 NO TRECHO ENTRE IRANDUBA E MANACAPURU – AM

  • Francisco Everardo Girão UFAM
  • Ronisley da Silva Martins UFAM
  • João D’Anuzio Menezes de Azevedo Filho USP

Resumo

Este artigo trata sobre a relação entre a arqueologia, a agricultura familiar e a Terra Preta presentes na área abrangida pelo Projeto Diagnóstico Interventivo do Programa de Prospecção em Subsuperfície na Área de Influência Direta da Duplicação da Rodovia AM 070 nos municípios de Iranduba e Manacapuru, no Amazonas. Para isso realizou-se levantamento bibliográfico, pesquisa dos sítios arqueológicos existentes por meio de método dedutivo de natureza exploratória e sistematização em campo, sendo identificados e prospectados os sítios arqueológicos de relevante valor da cultura material e produção rural, sendo estabelecido um grid dos pontos de sondagens com abertura de unidades estratigráficas e registros de pontos com GPS, além de anotações técnicas escritas em fichas apropriadas e registros fotográficos das etapas da pesquisa. A relação entre o uso e a ocupação dos sítios arqueológicos Granja do Brito e Terra Preta na produção do espaço geográfico para a agricultura familiar demonstrou tradição no plantio de diferentes culturas ao longo dos sucessivos anos até os dias atuais. A agricultura familiar aparece desde tempos remotos nas áreas com a presença de Terra Preta, a qual serviu como meio de sobrevivência e forma de produção para comercialização em mercados e feiras da região. No entanto, as edificações na rodovia AM-070 em meados da década de 1970 e na atualidade com a duplicação da mesma, tem se ressaltado a importância da preservação do patrimônio arqueológico local por meio dos projetos de diagnóstico e resgate arqueológico previstos e realizados na referida área.

Publicado
2018-04-03
Como Citar
GIRÃO, Francisco Everardo; MARTINS, Ronisley da Silva; FILHO, João D’Anuzio Menezes de Azevedo. AGRICULTURA FAMILIAR E A OCUPAÇÃO DO SOLO DE TERRA PRETA EM SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS NA RODOVIA AM-070 NO TRECHO ENTRE IRANDUBA E MANACAPURU – AM. Marupiara | Revista Científica do CESP/UEA, [S.l.], n. 2, p. 15-32, abr. 2018. ISSN 2527-0753. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/marupiara/article/view/903>. Acesso em: 25 jun. 2018.
Edição
Seção
Artigos