UMA PERSPECTIVA PARA A REVALORIZAÇÃO DA LÍNGUA SATERE-MAWÉ NO ÂMBITO ESCOLAR NA SEDE DO MUNICÍPIO DE PARINTINS

  • Rebeca Joicy Pantoja dos Santos UEA
  • Amanda Karoliny Reis da Silva UEA
  • Ozair da Silva Oliveira UEA
  • Ediane Garcia da Paz UEA
  • Elenice Farias Mourão UEA
  • Francisca Keila de Freitas Amoedo UEA

Resumo

O tema “Língua materna do povo Sateré-Mawé: A importância da valorização cultural da língua em espaços não formais de maneira inclusiva no município de Parintins” é um projeto de extensão que nos motivou escrever este relato, as práxis no desenvolvimento deste, buscando levantar reflexões a respeito do ensino e uso da língua materna Sateré-mawé e avaliar os resultados obtidos neste processo. As metodologias adotadas estão o levantamento bibliográfico, observação participante através de atividades e oficinas realizadas com alunos de uma escola municipal, os dados e informações obtidas através das oficinas. Percebeu-se o desafio desse processo tanto para as 33 crianças indígenas quanto para os professores. A língua Sateré-mawé é um desafio que precisa de uma assistência de profissional bilíngue que facilite o ensino e aprendizagem. O esforço pedagógico se fazia presente nas práticas pedagógicas, professores relatavam a dificuldade da aprendizagem de toda criança e para a sua interação social.

Publicado
2020-08-19
Como Citar
SANTOS, Rebeca Joicy Pantoja dos et al. UMA PERSPECTIVA PARA A REVALORIZAÇÃO DA LÍNGUA SATERE-MAWÉ NO ÂMBITO ESCOLAR NA SEDE DO MUNICÍPIO DE PARINTINS. Extensão em Revista, [S.l.], n. 5, p. 13-18, ago. 2020. ISSN 2525-5347. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/extensaoemrevista/article/view/1854>. Acesso em: 30 set. 2020.
Edição
Seção
Artigos