A IMPORTÂNCIA DOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS NA LEITURA DO GÊNERO MEME

  • Lara Luiza de Oliveira Santos

Resumo

O avanço tecnológico trouxe diversas mudanças para a vida das pessoas. Os meios digitais, por exemplo, exigem dos leitores uma nova postura, tendo em vista que os textos exercem um papel mais dinâmico. Nesse sentido, apresentamos neste artigo uma proposta de leitura e compreensão a partir do gênero textual meme. Objetivamos analisar como os sentidos são construídos no gênero meme, enfatizando a importância dos conhecimentos prévios dos sujeitos, bem como o trabalho com os contextos extra e metalinguístico. Para isso, o nosso aporte teórico está subsidiado em Marcuschi (2008, 2010) e Bakhtin (1986, 1997) no que diz respeito à perspectiva de gêneros textuais; Marcuschi (2008) e Kleiman (1989) acerca das estratégias de compreensão leitora; e Fontanella (2009) e Horta (2015) que dialogam sobre o gênero meme. Metodologicamente, o estudo consiste em uma pesquisa bibliográfica, de cunho qualitativo, com base interpretativa e descritiva. A análise é feita à luz da Linguística Textual, sendo o corpus de análise constituído por três memes retirados da plataforma Instagram. As considerações apontadas confirmam a importância do gênero meme como uma ferramenta que auxilia no desenvolvimento de práticas leitoras produtivas em uma perspectiva dialógica e crítica.

Publicado
2021-06-16
Como Citar
SANTOS, Lara Luiza de Oliveira. A IMPORTÂNCIA DOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS NA LEITURA DO GÊNERO MEME. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 16, p. 128 - 144, jun. 2021. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/2168>. Acesso em: 23 set. 2021.