O PROCESSO DE COMPREENSÃO DOS TEXTOS HUMORÍSTICOS E IRÔNICOS NA PROVA BRASIL

  • Raquel Amaral Lima

Resumo

Neste trabalho, refletimos sobre o processo de compreensão dos textos humorísticos e irônicos na Prova Brasil, partindo do pressuposto de que esse tipo de leitura leva em consideração a exterioridade da língua, ou seja, o contexto histórico e ideológico e não somente a forma, o sistema linguístico. Nosso objeto de estudo são três questões da Prova Brasil do Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio, que remetem ao Tópico V – Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido, das Matrizes de Referência do Saeb, o qual tem seis descritores, sendo o descritor em análise o D16 – Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados. Analisamos esses enunciados levando em consideração o campo de utilização deles, pois cada campo de utilização elabora seus tipos relativamente estáveis de enunciados, denominados por Bakhtin (2011) de gêneros do discurso. Buscamos para nossa análise um aporte teórico no dialogismo de Bakhtin (2010, 2011) e na produção de sentidos em tema e significação do mesmo autor (2012), bem como a questão da memória em Achard (2010). Essas teorias muito contribuíram para chegarmos à conclusão de que, no processo de compreensão desse tipo de texto, ocorre um processo dialógico que permeia qualquer ato de leitura.

Publicado
2021-06-16
Como Citar
LIMA, Raquel Amaral. O PROCESSO DE COMPREENSÃO DOS TEXTOS HUMORÍSTICOS E IRÔNICOS NA PROVA BRASIL. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 16, p. 111 - 127, jun. 2021. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/2167>. Acesso em: 22 set. 2021.