SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS DO GÊNERO DEBATE ELEITORAL E O DESENVOLVIMENTO DAS CAPACIDADES DE LINGUAGEM

  • Ana Elisa Jacob
  • Luzia Bueno USF

Resumo

Neste artigo, discorremos sobre as capacidades de linguagem correspondentes ao gênero debate eleitoral mobilizadas em produções textuais de alunos do Ensino Fundamental II quando implicados em dois processos eleitorais de um Grêmio Estudantil. As produções textuais ocorreram antes e após a implementação de duas sequências didáticas. As discussões fazem parte de uma pesquisa de doutorado, a qual objetivou investigar um processo de elaboração e
implementação de um dispositivo didático para o ensino do gênero em questão, tendo em vista o que a Engenharia Didática genebrina propõe para isso (DOLZ; SCHNEUWLY, 2010; DOLZ, 2016). Nesse sentido, este artigo visa ao critério de validação didática proposto por essa metodologia didática e de pesquisa quanto à avaliação do progresso das aprendizagens dos alunos diante das investidas didáticas. Além da Engenharia Didática, respalda-nos teórico-metodologicamente o Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2007, 2008, 2009;
BRONCKART; BULEA-BRONCKART, 2017). Com as análises, verificou-se que, após as intervenções didáticas, os alunos, durante os debates eleitorais, mobilizaram os saberes relativos aos planos organizacional, enunciativo e não-linguístico do gênero em função do contexto e dos
objetivos comunicacionais. Houve o progresso das aprendizagens concernentes ao gênero debate eleitoral e, portanto, o desenvolvimento, pelos alunos, das capacidades de ação, discursiva,
linguístico-discursiva e multissemiótica.

Publicado
2021-06-16
Como Citar
JACOB, Ana Elisa; BUENO, Luzia. SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS DO GÊNERO DEBATE ELEITORAL E O DESENVOLVIMENTO DAS CAPACIDADES DE LINGUAGEM. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 16, p. 68 - 94, jun. 2021. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/2165>. Acesso em: 22 set. 2021.