Utopias esperançantes nos cotidianos: a vida para além das hegemonias.

Resumo

Partindo das possibilidades inscritas nos cotidianos escolares e sociais, este texto se propõe a pensar em utopias praticadas, nas escolas e nas sociedades, abordando práticas utópicas esperançantes conhecidas e refletindo com elas sobre a invisibilidade a que os holofotes da modernidade e seus processos hegemônicos de negação dessas invenções cotidianas as submetem, entendendo-as como lampejos de pirilampos que resistem e (re)existem. Sejam projetos com moradores em situação de rua ou eventos acontecidos em uma escola, as experiências narradas no texto contribuem para conceber a beleza do sonho utópico em ação, em diálogo com obras e autores que a isso se dedicaram e se dedicam, como Boaventura de Sousa Santos e daquele que aqui é fonte de inspiração, o mestre de todos nós, Paulo Freire, junto a belezas literárias, musicais e fílmicas que expressam, em suas fabulações, possibilidades de esperançares utópicos cotidianos.


 

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Professora Titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professora adjunta do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá. Ex-presidente da Associação Brasileira de Currículo (ABdC), membro titular do Conselho Fiscal da ANPEd e do GT de Currículo da entidade. Pesquisadora associada do GT de Políticas Educacionais da CLACSO. Bolsista PQ 1C do CNPq e Cientista do Nosso Estado FAPERJ.

Referências

ALVES, Nilda. Práticas pedagógicas em imagens e narrativas: memórias de processos didáticos e curriculares para pensar as escolas hoje. São Paulo: Cortez, 2019.

BARONI, Patricia R.; BASTOS, Gláucia S. Sobrevivência das Escolas-Pirilampo como Modo de (Re)Existência. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 44, n. 3, e84983, 2019. http://dx.doi.org/10.1590/2175-623684983, p. 1-20.

BLANC, Aldir; BOSCO, João. O Bêbado e o equilibrista. Disponível em: O Bêbado e a Equilibrista - Elis Regina - LETRAS.MUS.BR. Acesso em: 10/06/2021.

BUARQUE, Chico. GUERRA, Ruy. Sonho impossível. Disponível em: Sonho Impossível - Maria Bethânia - LETRAS.MUS.BR. Acesso em 14/06/2021.

CAZUZA. Burguesia. Disponível em: Burguesia - Cazuza - LETRAS.MUS.BR. Acesso em: 13/06/2021.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do cotidiano 1 : artes de fazer. Petrópolis/RJ: Vozes, 1994.

COUTO, Mia. Mar me quer. Lisboa: Editorial Caminho, 2000.

CRETTON, Daniel. Luta por Justiça (Just Mercy). Filme produzido por Gil Netter, Ascher Golsstein e Michael B. Jordan. Estados Unidos da América: Warner Brothers Pictures, 2019. Assistido em Streaming no Now-Claro Net. Disponível em diferentes plataformas.

FREIRE, Paulo. Pedagogia dos sonhos possíveis: a arte de tornar possível o impossível. São Paulo: Paz e Terra, 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. São Paulo, Paz e Terra, 1992.

FREITAS, Ana L. Prefácio. Pedagogia dos sonhos possíveis: a arte de tornar possível o impossível. São Paulo: Paz e Terra, 2020, p. 39-45.

MÃE, Valter Hugo. O Paraíso são os outros. São Paulo: Cosac-Naify, 2014.

MÃE, Valter Hugo. Desumanização. São Paulo: Biblioteca Azul, 2017.

MÃE, Valter Hugo. Contra mim. São Paulo: Biblioteca Azul, 2020.

MARQUEZ, Gabriel Garcia. Eu não vim fazer um discurso. Rio de Janeiro: Record, 2011.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.
MBEMBE, Achille. Necropolítica. São Paulo: N – 1 Edições, 2018.

OLIVEIRA, Inês B. Da rebeldia dos cotidianos à desobediência civil: um percurso reflexivo nas/das pesquisas com os cotidianos em busca da realização de utopias. MARQUES, Rafael G. (Org.). Resistência e (re)existência: debates no campo do currículo. Rio Branco: Ed UFAC, no prelo.

OLIVEIRA, Inês B. Conhecimento e democracia: possibilidades emancipatórias em contextos educacionais, sociais e epistêmicos plurais. CRUZ, Giseli B; FERNANDES, Claudia; FONTOURA, Helena A.; MESQUITA, Silvana. Didática(s) entre diálogos, insurgências e políticas. Petrópolis: DP et Alii, 2020, p. 362-380.

OLIVEIRA, Inês B. Currículo como criação cotidiana. Petrópolis/RJ: DP et Alii, 2016.

OLIVEIRA, Inês B. Utopias praticadas: justiça cognitiva e cidadania horizontal na escola pública. Revista Instrumento. Juiz de Fora, v. 15, n. 2, jul./dez. 2013, p. 191-201.

OLIVEIRA, Inês B. Currículos praticados: entre a regulação e a emancipação. Rio de Janeiro, DP&A, 2003.

PENNAC, Daniel. Diário de Escola. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

PETERSEN, Wolfgang. A História sem fim (Die Unendliche Geschichte). Produção de Bernd Eichinger. Alemanha Ocidental, Estados Unidos da América: Warner Brothers Pictures, 1984. Assistido no cinema. Informações disponíveis em: A História Sem Fim : Elenco, atores, equipe técnica, produção - AdoroCinema.

REIS, Nando; ANTUNES, Arnaldo; BRITTO, Sérgio. Bichos Escrotos. Disponível em: Bichos Escrotos - Titãs - LETRAS.MUS.BR. Acesso em 14/06/2021.

SANTOS, Boaventura de Sousa. O Vernáculo e o utópico. Coluna Ideias, Jornal de Letras, 26 de agosto a 8 de setembro de 2020, p. 27, 2020a.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Quem não acredita na utopia é porque é míope. Entrevista ao Jornal I, 28 de agosto 2020, n. 3284, ano 11, p. 17-25, 2020b.

SANTOS, Boaventura de Sousa. O Fim do império cognitivo. Coimbra: Almedina, 2018.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A difícil democracia: reinventar as esquerdas. São Paulo: Boitempo, 2016.

SANTOS, Boaventura S. A Crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez, 2000.

SANTOS, Boaventura S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 2000

SAYÃO, Lara. Prefácio. SIMAS, Luiz A.; LOPES, Nei. Filosofias africanas. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2020, p. 9-14.

SIMAS, Luiz A.; LOPES, Nei. Filosofias africanas. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2020.

STRECK, Danilo; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime J. Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte, Autêntica, 2019.

VIANNA, Herbert. Alagados. Disponível em: Alagados - Os Paralamas do Sucesso - LETRAS.MUS.BR. Acesso em: 12/06/2021.
Publicado
2021-08-17
Como Citar
OLIVEIRA, Inês Barbosa de. Utopias esperançantes nos cotidianos: a vida para além das hegemonias.. Revista Vagalumear, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 20-38, ago. 2021. ISSN 2763-9916. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/rv/article/view/2262>. Acesso em: 09 dez. 2021.
Seção
Seção Temática - Centenário Paulo Freire: esperanças praticadas