SÍTIO ARQUEOLÓGICO EM COMUNIDADE AMAZÔNICA: ESTUDO DE CASO DO LAGUINHO, MUNICÍPIO DE PARINTINS-AM

  • Suzianne Sá UEA
  • João D’Anuzio Azevedo Filho UEA
  • Francisco Girão

Resumo

Este artigo procura mostrar o uso e a ocupação de sítio arqueológico por comunidade contemporânea na área do Laguinho, Gleba de Vila Amazônia, Município de Parintins, Amazonas, bem como a relação de produção do espaço geográfico e a arqueologia, usando como ferramenta norteadora a Educação Patrimonial, a qual possibilita a valoração e o reconhecimento do patrimônio natural, cultural e público, contribuindo com a harmonia entre o homem e a natureza na sociedade atual. Procura ainda resgatar o sentimento de pertencimento dos comunitários da área do Laguinho e da Valéria por intermédio da sensibilização arqueológica e de ações de preservação, utilizando as técnicas de palestras e oficinas nas Escolas públicas locais no sentido de mostrar o valor da identidade do lugar por meio das evidências da cultura material pelos fragmentos cerâmicos e os líticos encontrados aflorando na superfície da área ocupada pela comunidade, além de possibilitar a formação de multiplicadores e defensores deste patrimônio ali existente.

Publicado
2017-05-19
Como Citar
SÁ, Suzianne; AZEVEDO FILHO, João D’Anuzio; GIRÃO, Francisco. SÍTIO ARQUEOLÓGICO EM COMUNIDADE AMAZÔNICA: ESTUDO DE CASO DO LAGUINHO, MUNICÍPIO DE PARINTINS-AM. Marupiara | Revista Científica do CESP/UEA, [S.l.], n. 1, maio 2017. ISSN 2527-0753. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/marupiara/article/view/431>. Acesso em: 14 dez. 2017.
Edição
Seção
Artigos