ASPECTOS DA PLURALIDADE NA CONCEPÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA

  • Valéria Risuenho Marques
  • Isabel Cristina Rodrigues de Lucena

Resumo

Este artigo é um recorte da tese de doutorado intitulada "Alfabetização Matemática: uma concepção múltipla e plural" que buscou analisar elementos presentes nas aprendizagens de crianças dos anos iniciais, para além das paredes da sala de aula, compreendendo a alfabetização (matemática) como múltipla e plural. Neste artigo, discutese aspectos teóricos que alicerçam a perspectiva da alfabetização matemática múltipla e plural, com ênfase na racionalidade aberta (MORIN, 2012a) e na aprendizagem pela cultura (ALMEIDA, 2010). A abordagem metodológica é de cunho qualitativo, com características etnográficas, cujas análises foram interpretativas. Para este trabalho, foram selecionados dois episódios da recolha de informações, nos quais foram colaboradoras 13 crianças matriculadas nos 2 ̊ e 3 ̊ anos do Ensino Fundamental, turma multisseriada, de uma escola pública, localizada na região de ilhas de Belém do Pará - Brasil. Os episódios descritos e analisados evidenciam uma reconfiguração da concepção de alfabetização, ampliando-a para contemplar, além dos conteúdos contidos no currículo formal, outros oriundos de experiências e vivências de aprendizagem para além dos muros da escola, considerando a emergência do diálogo e da complementaridade entre conhecimentos distintos.

Publicado
2020-10-09
Como Citar
MARQUES, Valéria Risuenho; DE LUCENA, Isabel Cristina Rodrigues. ASPECTOS DA PLURALIDADE NA CONCEPÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA. Marupiara | Revista Científica do CESP/UEA, [S.l.], n. 7, p. 22-41, out. 2020. ISSN 2527-0753. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/marupiara/article/view/1929>. Acesso em: 31 out. 2020.
Seção
Artigos