APRENDENDO LIBRAS NO CONTEXTO DAS ESCOLAS DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE PARINTINS – AM

  • Reana da Silva de Souza UEA/CESP
  • Francisca Keila de Freitas Amoedo UEA
  • Marlon Jorge Silva de Azevedo UEA/CESP

Resumo

A Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS é uma língua gestual visual utilizada pela comunidade surda e que hoje faz parte da grade curricular dos cursos de  licenciatura. Sendo assim, almejou-se através deste, levar uma reflexão e discussão a cerca do tema abordado tendo como ponto de partida a inclusão a partir de uma concepção construtivista da aprendizagem, concomitantemente nas escolas do campo. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi expandir a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS nas escolas do campo, onde as pessoas ouvintes conheceram a realidade vivenciada pelas pessoas surdas, tendo como foco principal construir conhecimentos acerca da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, do ser surdo, quebrando o estigma da deficiência, através do reconhecimento da sua cultura e da sua identidade. Os procedimentos que nortearam este trabalho se deu através do projeto de extensão intitulado “Aprendendo LIBRAS no contexto das escolas do campo no Município de Parintins”, sendo realizado nas escolas das Comunidades do Aninga, Parananema e Macurany nesta cidade, incentivando o aprendizado da Língua Brasileira de Sinais. Desta forma, a aquisição da LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais nas escolas do campo se traça por meio da efetivação e do diálogo entre todos. 

Publicado
2017-05-22
Como Citar
SOUZA, Reana da Silva de; AMOEDO, Francisca Keila de Freitas; AZEVEDO, Marlon Jorge Silva de. APRENDENDO LIBRAS NO CONTEXTO DAS ESCOLAS DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE PARINTINS – AM. Extensão em Revista, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 66-74, maio 2017. ISSN 2525-5347. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/extensaoemrevista/article/view/597>. Acesso em: 16 ago. 2017.
Seção
Artigos