LITERATURA E ESTUDOS INTERARTES: SABERES INDISCIPLINADOS

  • Vanessa Soares de Paiva UFJF

Resumo

Os estudos de Literatura integram diversos campos do saber, e, o Texto, de modo geral, como o define Barthes (2004), é essencialmente interdisciplinar. Nesse sentido, o presente trabalho relaciona literatura, linguagem e os estudos interartes – que propõemmodos de ler e produzir sentidos, na rede de inter-relações que os textos apresentam (cf. CLÜVER, 2001). Uma rede que deve ser abordada para além da categorização de seus elementos, de modo a permitir a percepção de sua integração transdisciplinar. É possível ainda, nesta discussão, questionar em que medida os saberes disciplinares, quando “indisciplinados”, podem contribuir para a produção de novos significados nos estudos que fazemos enquanto pesquisadores. Para tanto, são postos em questão alguns excertos da literatura produzida por João Gilberto Noll, em especial do conto “O cego e a dançarina”, da obra homônima de 1980, que narram uma experiência relacionada ao campo das sensações.

Publicado
2017-05-22
Como Citar
PAIVA, Vanessa Soares de. LITERATURA E ESTUDOS INTERARTES: SABERES INDISCIPLINADOS. ContraCorrente | Revista de Estudos Literários e da Cultura, [S.l.], n. 8, p. 108-118, maio 2017. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/586>. Acesso em: 17 ago. 2017.