A INSTITUCIONALIDADE DAS LITERATURAS AFRICANAS COMO PROBLEMA FILOSÓFICO

  • Luís Kandjimbo Universidade Gregório Semedo

Resumo

A partir da Filosofia da Literatura, problematiza-se o carácter institucional das Literaturas Africanas, tanto como instituição literária e quanto como instituição acadêmica. Traz-se, para tanto, a Teoria institucional, sob uma conceção sociológica e sob uma conceção pragmática ou analítica da literatura. Trata-se de questões como monismo e pluralismo das interpretações da literatura e vislumbra-se a textualidade e o texto oral. Discute-se também o posicionamento crítico de Wittgenstein e Quine contra o sectarismo filosófico. Finalmente, discorre-se sobre a Filosofia Analítica e instituição literária em África, sobre Filosofia da Literatura e texto oral, a fim de posicionar-se quanto a seguinte pergunta: o que são as Literaturas Africanas?

Publicado
2017-05-22
Como Citar
KANDJIMBO, Luís. A INSTITUCIONALIDADE DAS LITERATURAS AFRICANAS COMO PROBLEMA FILOSÓFICO. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 7, p. 125-135, maio 2017. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/561>. Acesso em: 06 dez. 2019.