A SÁTIRA IX DE JUVENAL: O HOMOEROTISMO EM ROMA

  • Cinthya Sousa Machado UFRJ

Resumo

O gênero satírico tem como função censurar os vícios dos homens, o que lhe confere um caráter educacional, uma vez que visa indicar um modo de vida a ser seguido. Juvenal é considerado o último grande satírico romano, tendo composto cinco livros de sátiras que totalizam 16 poemas. Nelas censurou, às vezes, acidamente, os vícios da época e também abordou a questão da moral. Nosso estudo tem como corpus a sátira IX do Livro III, em que são feitas críticas ao comportamento sexual dos homens. Pretende-se fazer uma análise do referido texto, com o fito de apontar quais são os vícios combatidos pela persona satírica, com atenção em especial às relações homoeróticas masculinas.

Publicado
2017-05-22
Como Citar
MACHADO, Cinthya Sousa. A SÁTIRA IX DE JUVENAL: O HOMOEROTISMO EM ROMA. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 6, p. 34-42, maio 2017. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/542>. Acesso em: 01 dez. 2022.