DUAS CASAS E TRÊS MULHERES: UMA LEITURA DE A ÁRVORE DAS PALAVRAS, DE TEOLINDA GERSÃO

  • Gabriel Albuquerque UFAM

Resumo

Muito embora esse trabalho mobilize terminologias como cultura, colonialismo, discurso, identidade e pertencimento, deve-se reconhecer que em A Árvore das palavras, temas tão diversos são, na verdade, confl uentes. A confluência nasce naturalmente de um tema que ainda está vivo na experiência do homem do séc. XX, notadamente o homem português: falo do processo colonial e de seu esfacelamento a partir da independência dos países africanos de língua portuguesa. É exatamente nesse eixo que se inscreve A Árvore das palavras.

Publicado
2017-05-22
Como Citar
ALBUQUERQUE, Gabriel. DUAS CASAS E TRÊS MULHERES: UMA LEITURA DE A ÁRVORE DAS PALAVRAS, DE TEOLINDA GERSÃO. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 1, p. 119-129, maio 2017. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/445>. Acesso em: 27 jan. 2023.