A COMUNICAÇÃO WAMPÍS EM SUA PRODUÇÃO RADIOFÔNICA

  • Leandro Bonecini de Almeida Programa de Pósgraduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento Agricultura e Sociedade (CPDA/UFRRJ)

Resumo

 O presente artigo tem como objetivo refletir sobre a comunicação wampís a partir da análise da produção radiofônica do Governo Territorial Autônomo da Nação Wampís realizada por sua rádio comunitária, Tuntui Wampís – 94.7 FM. Esta é operada por uma equipe de comunicadoras e comunicadores polivalentes, que realizam permanente investigação e documentação sobre as questões do território integral da Nação Wampís. Circulam as práticas e conhecimentos das ontologias relacionais gerando um conjunto de sínteses sobre os desafios, necessidades e obstáculos para a autonomia e a vida plena, expressa no conceito de Tarimat Pujut. Para alcançar tal fim, foram selecionados alguns dos programas da grade, em idioma espanhol, os quais foram transcritos, analisados e colocados em perspectiva com as narrativas históricas, autônomas e coloniais. As agências sonoras, os mitos e as poéticas wampís são percebidas como imagens de múltiplas sensorialidades e temporalidades, espaços oníricos, cosmologias, conflitos, aspirações, desejos e potências, transpostas em ondas eletromagnéticas. A escuta atenta da linguagem e comunicação sonora wampís expressa um conjunto de conhecimentos, epistemologias e ideologias acerca dos mundos das sociedades amazônicas e as escalas globais.

Publicado
2022-01-31
Como Citar
DE ALMEIDA, Leandro Bonecini. A COMUNICAÇÃO WAMPÍS EM SUA PRODUÇÃO RADIOFÔNICA. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 17, p. 97-124, jan. 2022. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/2252>. Acesso em: 01 out. 2022.