ESTUDO DA REDE DE COMUNICADORES WAYURI

ESPACIALIZAÇÃO E TERRITORIALIDADES CONSTRUÍDAS A PARTIR DA COMUNICAÇÃO POPULAR

  • Jéssica Cristina Lozovei Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

Neste artigo discorre-se sobre experiências da comunicação comunitária no município de São Gabriel da Cachoeira (Amazonas) e região, mais especificamente da Rede de Comunicadores Indígenas do Rio Negro Wayuri, que produzem mensalmente o boletim de áudio Wayuri. Compreende-se que a comunicação popular é aquela que fala a partir dos grupos marginalizados socialmente, sendo importante para a luta e resistência desses coletivos. Para construir este trabalho foi feita uma sistematização dos podcasts referentes ao primeiro ano de produção da Rede de Comunicadores, entre 2017 e 2018, dando ênfase aos temas abordados por eles, línguas, etnias e análise qualitativa de tais temáticas. Compreendendo a importância da questão territorial que se constrói com os povos e comunidades tradicionais, há uma pluralidade nesses espaços, assim como singularidades, desigualdades, identidades e diferenças. Assim, foi realizado o mapeamento dos resultados obtidos pela sistematização sendo feita a análise espacial dos mesmos, a fim de permitir discussões e melhor compreensão sobre as territorialidades existentes e vivenciadas pelos povos indígenas da região.

Publicado
2021-12-31
Como Citar
LOZOVEI, Jéssica Cristina. ESTUDO DA REDE DE COMUNICADORES WAYURI. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 17, p. 241-260, dez. 2021. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/2249>. Acesso em: 01 out. 2022.