MEMÓRIA, DISCURSO E IDENTIDADES CULTURAIS NO DISTRITO CACHUELA ESPERANZA, NA FRONTEIRA BRASIL-BOLÍVIA

  • José de Ribamar Muniz Ribeiro Neto
  • Auxiliadora dos Santos Pinto

Resumo

O presente artigo é resultado da investigação sobre o processo de constituição da memória, do discurso e das identidades culturais do Distrito Cachuela Esperanza, na Cidade de Guayaramerín/Beni – Bolívia. O escopo da pesquisa foi registrar, a partir da reconstituição das memórias, aspectos do discurso sobre o processo de formação e declínio do distrito Cachuela Esperanza, no município de Guayaramerín/Beni/Bolívia. A pesquisa bibliográfica e de campo, de natureza qualitativa, foi desenvolvida no período de agosto a dezembro de 2018 e insere-se na linha de estudos sobre a cultura, narrativas e identidades. Utilizamos os pressupostos teórico-metodológicos da História Oral e dos Estudos Culturais, destacando-se os estudos de Mendonza (2014), Galeano (2017), Halbwachs (2003), Hall (2016); Fernandes (2015), Portelli (2016) e outros. Os resultados evidenciaram que os moradores do Distrito preservam alguns aspectos da história, das identidades culturais e do patrimônio histórico material da localidade. Também demonstram que as relações de poder instauradas na localidade foram marcadas pela dominação e autoritarismo.

Publicado
2020-11-18
Como Citar
NETO, José de Ribamar Muniz Ribeiro; PINTO, Auxiliadora dos Santos. MEMÓRIA, DISCURSO E IDENTIDADES CULTURAIS NO DISTRITO CACHUELA ESPERANZA, NA FRONTEIRA BRASIL-BOLÍVIA. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 14, p. 91-108, nov. 2020. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/1968>. Acesso em: 05 dez. 2020.