NOTA EDITORIAL

  • Jocilene Gomes da Cruz Universidade do Estado do Amazonas
  • Rafael Ale Rocha Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

Nesta décima edição da revista ContraCorrente buscou-se reunir textos oriundos de pesquisas cientificas com temáticas que evidenciam as dinâmicas culturais dos povos indígenas na contemporaneidade. A literatura acerca dos povos indígenas do Brasil, especialmente a partir dos trabalhos produzidos por historiadores e antropólogos na década de 1990 do século XX, sofreu uma reviravolta em termos qualitativos, sobretudo, em função da valorização da “agência” indígena. Grosso modo, por esta perspectiva, que posteriormente sofreu um salto quantitativo (forte incorporação nos programas de Pós-graduação do país), passou-se a reconhecer os povos indígenas como partícipe na construção das sociedades colonial, imperial e republicana; retirando-os da condição de agentes sociais passivos, vítima da violenta expansão ocidental, ou essencialmente exterior à sociedade não indígena.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
CRUZ, Jocilene Gomes da; ROCHA, Rafael Ale. NOTA EDITORIAL. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 10, p. 4-7, dez. 2019. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/1643>. Acesso em: 24 jan. 2020.