Reflexões sobre o método etnográfico-discursivo e a mídia institucional pública

  • Rosane Queiroz Galvão UnB
  • Janaina de Aquino Ferraz UnB

Resumo

O t??tulo deste texto antecipa sua natureza e principal objetivo: intenta-se apresentar reflex?es acerca dos desafios advindos da constru??o do iter (caminho) metodol?gico com base no m?todo etnogr?fico-discursivo proposto por Maria Izabel Magalh?es (MAGALH?ES, 2000, 2008; MAGALH?ES, MARTINS, RESENDE, 2017), para a an?lise lingu?stico-semi?tica de discursos da comunica??o p?blica materializados em textos da m??dia estatal, mormente da C?mara dos Deputados do Brasil. N?o apresentamos, portanto, an?lise discursiva cr??tica ou mesmo semi?tica cr?tica exaustiva do objeto de pesquisa ? o v??deo de abertura do programa jornal??stico da TV C?mara narrado acima? para entendimento de fen?meno sociolingu??stico que parece ser a aproxima??o da linguagem e do formato das m?dias estatais aos das m??dias comerciais. N?o se perseguir?, a menos tangencialmente, este objetivo. O que pretendemos nestas linhas ? t?o somente mostrar a complexidade da constru??o de um quadro metodol?gico coerente e v?lido para esta pesquisa etnogr?fico-discursiva, o que poder? de alguma forma colaborar para futuros aportes metodol??gicos em ADC.

Publicado
2018-11-30
Como Citar
GALVÃO, Rosane Queiroz; FERRAZ, Janaina de Aquino. Reflexões sobre o método etnográfico-discursivo e a mídia institucional pública. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 11, p. 39-57, nov. 2018. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/1219>. Acesso em: 23 set. 2020.