AS CARACTERÍSTICAS DO SETOR NAVAL DO AMAZONAS ENQUANTO CLUSTER

  • André Ricardo Reis Costa UFAM
  • Almir Kimura Júnior UEA
  • André Ricardo Reis Costa UFAM
  • Neuzaí Marreiros Barbosa UEA/USP
  • Paulo César Diniz de Araújo UEA
  • Moacir de Miranda Oliveira Júnior USP

Resumo

A presente pesquisa propôs-se a analisar o contexto do setor naval de Amazonas sob a perspectiva da teoria de cluster conforme Porter (1998). Especificamente, estimou-se o nível de especialização da economia amazonense nas atividades navais, avaliou-se a conformidade do setor naval de Amazonas aos requisitos de cluster conforme a proposta inicial de Porter (1998) e apontaram-se ações governamentais para fortalecimento do setor naval de Manaus por meio dos requisitos de cluster conforme Porter (2007). Em metodologia quali-quanti, obteve-se o nível de especialização pelo cálculo do quociente de localização (QL), usando dados de empregos formais e estabelecimentos do banco de dados RAIS, para o período de 2011 a 2015. Para a análise da “clusterização” e propostas de ações governamentais empregaram-se entrevistas a agentes qualificados do setor, que explicaram em diferentes perspectivas as características do setor e permitiram concluir até que ponto a atividade naval amazonense sublinhava os requisitos de Porter (1998). O quociente de localização demonstrou que o estado do Amazonas é um dos mais especialistas no setor naval entre os estados brasileiros. E, os requisitos de Porter (1998) foram parcialmente atendidos, com possibilidades de ações governamentais para preencher as lacunas.

Publicado
2018-01-01
Como Citar
COSTA, André Ricardo Reis et al. AS CARACTERÍSTICAS DO SETOR NAVAL DO AMAZONAS ENQUANTO CLUSTER. Amazon Business Research, [S.l.], n. 2, p. 22-38, jan. 2018. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/abr/article/view/1108>. Acesso em: 21 out. 2018.
Seção
Artigos