SIGNIFICADOS SOBRE A PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE NA ATENÇÃO BÁSICA, EM SANTOS-SP, DE ACORDO COM A PERSPECTIVA DOS USUÁRIOS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

  • Marcelo Pereira de Brito
  • Eunice Nakamura Nakamura

Resumo

A Atenção Básica (AB) aparece como principal norteadora das ações em saúde na Estratégia Saúde da Família (ESF), tendo entre suas prerrogativas o trabalho em equipe multidisciplinar com foco no usuário, nas famílias e comunidades onde é inserida. No entanto, o contexto histórico das práticas em saúde no Brasil tem evidenciado que a AB não se consolida no país sem contradições. Alguns dos seus princípios, como a integralidade, surgem no encontro clínico entre médicos e pacientes ainda fortemente marcado pelo discurso e prática biomédicos. O objetivo deste estudo foi compreender os significados sobre a produção do cuidado na relação médico-paciente, da perspectiva dos usuários. Para tanto, foi realizada uma pesquisa etnográfica, com acompanhamento e observação de seis reuniões de uma equipe da unidade de ESF do bairro de Areia Branca, na zona Noroeste de Santos-SP; e entrevistas em profundidade, com roteiro semiestruturado, com cinco usuários atendidos por essa equipe. O acompanhamento das reuniões nos permitiu constatar a dinamicidade das atividades oferecidas pela unidade de ESF de Areia Branca. Na análise das entrevistas, destacaram-se significados sobre a produção do cuidado na relação médico-paciente e a compreensão dos usuários desta.


 

Publicado
2024-05-20
Como Citar
DE BRITO, Marcelo Pereira; NAKAMURA, Eunice Nakamura. SIGNIFICADOS SOBRE A PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE NA ATENÇÃO BÁSICA, EM SANTOS-SP, DE ACORDO COM A PERSPECTIVA DOS USUÁRIOS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 21, p. 277-299, maio 2024. ISSN 2525-4529. Disponível em: <https://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/3608>. Acesso em: 20 jul. 2024. doi: https://doi.org/10.59666/cc-ppgich.v0i21.3608.