UMA PAISAGEM DO MEDO:

Análise descritiva do entorno do Paço Municipal

  • Davimar de Souza Nunes
  • Maria Evany do Nascimento

Resumo

 Este trabalho surge do interesse na área da Geografia e da Arquitetura, por isso propomos um diálogo interdisciplinar justificado a partir da leitura de dois trabalhos: “A violência e a (re)produção do espaço na Região Metropolitana de Manaus: uma análise dos reflexos da violência no espaço urbano de Manacapuru/AM” (2019), de Paulo Lima Júnior, e “Reflexões sobre a arquitetura do Centro Antigo de Manaus entre o século XIX e XX(2021), de Lauriane Oliveira e Tatiana Santos. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi analisar as fachadas das edificações em logradouros públicos no entorno do Paço Municipal a partir da Arquitetura do Medo, em setembro de 2022. Para isso, adotamos uma análise de natureza descritiva por meio da observação sistemática, a partir da delimitação do recorte espacial, descrevendo os elementos que representam sentimentos de insegurança e medo materializados nas edificações com base nos conceitos discutidos por Milton Santos, que são a forma, a função, a estrutura e o processo. A partir das análises realizadas, podemos compreender como estes sentimentos dominam os moradores que habitam e vivenciam o cotidiano do entorno da Praça Dom Pedro II e se materializam em suas moradias, mudando significativamente as suas arquiteturas.


 

Publicado
2024-05-20
Como Citar
NUNES, Davimar de Souza; DO NASCIMENTO, Maria Evany. UMA PAISAGEM DO MEDO:. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 21, p. 236-256, maio 2024. ISSN 2525-4529. Disponível em: <https://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/3606>. Acesso em: 20 jul. 2024. doi: https://doi.org/10.59666/cc-ppgich.v0i21.3606.