AVALIAÇÃO DOS FATORES HIGIÊNICOS E MOTIVACIONAIS DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO FÓRUM TRABALHISTA DA 11ª REGIÃO: ESTUDO DE CASO

  • Alexandre Grijó San Martin UEA
  • Sálvio de Castro e Costa Rizzato UEA
  • Maryângela Aguiar Bittencourt UEA

Resumo

Este estudo visa avaliar os fatores intrínsecos e extrínsecos dos servidores públicos do Fórum Trabalhista da 11ª Região, para que dessa forma seja possível identificar os fatores motivadores e desmotivadores presentes no ambiente de trabalho. A pesquisa utilizou metodologia descritiva, onde se preocupou em analisar, registrar e interpretar os dados coletados por meio de instrumento apropriado, desenvolvido com base nos entendimentos acerca da teoria dos dois fatores de Herzberg, dessa forma, podendo elucidar fenômenos, descrevendo-lhes os fatos, por consequência, tornando-os inteligíveis para que os gestores da área de Recursos Humanos promovam os ajustes necessários a fim de alcançar a eficiência e eficácia organizacional. Por fim, ficou evidenciado que no ambiente pesquisado há dois grupos distintos de servidores, onde a pesquisa caracteriza-os de novatos e veteranos, identificando que 42% dos servidores novatos mudariam de emprego, em razão do fator desmotivador com maior incidência recair na ausência de sentimento de realização profissional.

Publicado
2018-01-01
Como Citar
MARTIN, Alexandre Grijó San; RIZZATO, Sálvio de Castro e Costa; BITTENCOURT, Maryângela Aguiar. AVALIAÇÃO DOS FATORES HIGIÊNICOS E MOTIVACIONAIS DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO FÓRUM TRABALHISTA DA 11ª REGIÃO: ESTUDO DE CASO. Amazon Business Research, [S.l.], n. 1, p. 21-39, jan. 2018. ISSN 2595-8909. Disponível em: <https://periodicos.uea.edu.br/index.php/abr/article/view/1075>. Acesso em: 23 jun. 2024.
Seção
Artigos