PENSAR O ESPAÇO HABITADO A PARTIR DE PAUL RICOEUR

Resumo

O texto apresenta conceitos relacionados à obra de Paul Ricoeur, especialmente, tempo, espaço habitado, narrativa e arquitetura. A partir da chamada hermenêutica do espaço, procura-se interpretar o espaço habitado, como lugar praticado. A releitura desses conceitos se faz importante para compreender aquilo que já está posto e aquilo que pode ser ressignificado, principalmente, a partir da concepção de cidade educadora. Compreendendo a narrativa do vivido como possibilidade de releitura da cidade e o encontro da possibilidade de narrar a cidade com pedagogias que nasçam do espaço praticado.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-doutorado pela Universidade do Porto (Portugal). Doutor em Filosofia pela PUC/RS, com estágio de doutorado na Università degli Studi di Napoli Federico II (Itália). Mestrado e Graduação em Filosofia pela UFSM. Docente do Curso de Graduação em Filosofia e do Programa de Pós-graduação Stricto Senso (Mestrado) em Filosofia da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Atuou como Coordenador Geral do Ensino Fundamental do Ministério de Educação (MEC) (2015 a 2016) e foi Diretor de Políticas de Graduação da UFFS (2010 a 2015). Líder do Grupo de Pesquisa Filosofia e Temas Contemporâneos (UFFS) e membro do Grupo de Pesquisa Ética e Ética Aplicada (UFSM). Tem atuado, principalmente, nos seguintes temas: Hermenêutica, Ética, Formação de Professores, Educação Integral e Base Nacional Comum Curricular.

##submission.authorWithAffiliation##

Graduanda em Filosofia, bolsista de Iniciação Científica da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Chapecó (SC).

##submission.authorWithAffiliation##

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria/UFSM (2002), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria/UFSM (2005), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (2016) e pós-doutorado em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas/UFPEL (em andamento). Atualmente atua como professor e pesquisador do Curso de História e no Mestrado em Humanidades e Linguagens/MEHL da Universidade Franciscana/UFN nos projetos Leituras Contemporâneas do Espaço Urbano de Santa Maria/RS e Pedagogias Urbanas: O Potencial Educativo da Cidade para o Ensino de Humanidades, como assessor da Vice-Reitoria de Extensão da Universidade de Passo Fundo/UPF, como Coordenador do Projeto Hospedaria da Arte, Coordenador dos sub-projetos UniverCidade Educadora UFN e Ateliê Pedagógico. Membro do Movimento Brasileiro de Cidades Educadoras/SP e da Rede de Universidades por Cidades que Educam. Avaliador de Tecnologias de Educação Integral na Secretaria de Educação Básica/SEB/MEC, Membro do grupo de editoria da revista Lugar Comum/UFRJ, pesquisador do grupo de pesquisa Arte, Corpo, Ensigno CNPQ/CAPES/UFRGS, pesquisador da rede Universidade Nômade.

 

Referências

CORÁ, E. J., & PEREIRA, P. C. Espacio habitado y espacio practicado: leer la ciudad desde Ricoeur y Certeau. Diálogos, (106), 2020, p. 75-90.

DOSSE, François. O espaço habitado segundo Michel de Certeau. Revista Cultura, Uberlândia, v. 15, n. 27, jul.-dez. 2013, p. 85-96.

RICOEUR, Paul. Architecture et narrativité. Urbanisme, n.303, p. 44-51, nov./déc.,1998.

RICOEUR, Paul. A memória, a história e o esquecimento. Tradução: Alain François [et al]. - Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2007.

UMBELINO, L. A. Espaço e Narrativa em P. Ricoeur. Revista Filosófica de Coimbra, n. 39, 2011, p. 141-162.

MONGIN, Olivier. A condição urbana. A cidade na era da globalização. Tradução: Leticia Martins de Andrade – São Paulo: Editora Estação Liberdade, 2009.
Publicado
2022-01-31
Como Citar
CORÁ, Elsio José; BONAMIGO, Bruna Provensi; DA SILVA, Márcio Tascheto. PENSAR O ESPAÇO HABITADO A PARTIR DE PAUL RICOEUR. Revista Vagalumear, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 126-134, jan. 2022. ISSN 2763-9916. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/rv/article/view/2345>. Acesso em: 01 dez. 2022.