A CIÊNCIA REPRODUCIONISTA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA: UM MONÓLOGO SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO

  • Aline Teresinha Walczak UFFS
  • Kélli Renata Corrêa de Mattos UFFS
  • Roque Ismael da Costa Güllich UFFS

Resumo

No ensino de Ciências e Biologia, a experimentação é uma ferramenta didática muito importante, se bem contextualizada e articulada, podendo gerar conhecimentos significativos nos processos de ensino e aprendizagem. Para tanto, além de levar em conta o modo com que os experimentos estão inseridos nos livros didáticos, o professor deve saber articular as atividades em sala de aula, procurando tornar o processo mais reflexivo e investigativo, utilizando o livro didático de maneira dinâmica e consciente. Tendo a clareza de que o livro didático é amplamente utilizado em classes de Biologia, realizamos uma pesquisa documental, tomando como referência 8 livros didáticos de Biologia do Ensino Médio. Identificamos e analisamos a maneira com que a experimentação está inserida nesses livros didáticos e observamos a presença da categoria Ciência Reproducionista em todos os livros analisados. A Ciência Reproducionista torna o aluno um mero receptor do conhecimento, além disso, desencadeia um ensino de Biologia permeado pela cópia e repetição, causando defasagens na aprendizagem e prejuízos significativos ao ensino, como visões distorcidas de Ciência.

Publicado
2018-03-14
Como Citar
WALCZAK, Aline Teresinha; MATTOS, Kélli Renata Corrêa de; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. A CIÊNCIA REPRODUCIONISTA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA: UM MONÓLOGO SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 11, n. 23, p. 1-10, mar. 2018. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/860>. Acesso em: 23 out. 2018.
Seção
Artigos