ENSINANDO AS LEIS DE NEWTON POR MEIO DE RECURSOS MIDIÁTICOS E DE RECURSOS EXPERIMENTAIS

  • Luciana Gomes

Resumo

Este artigo descreve uma prática pedagógica sobre as Leis de Newton desenvolvido em uma escola da área suburbana da cidade do Rio de Janeiro, com uma turma de 9º ano do Ensino Fundamental, classificada como “difícil”, por conta do comportamento agressivo entre os alunos. Frente a esse desafio mais a necessidade de compartilhar este conteúdo programático, o eixo da prática pedagógica foi a problematização e a contextualização com aulas diferenciadas, utilizando os computadores na escola, a plataforma de aulas digitais disponibilizada pela Secretaria Municipal de Educação da cidade do Rio de Janeiro, além de aula experimental, para que o assunto pudesse ser vivenciado por meio de materiais de baixo custo, como brinquedos, cordas e skates. A princípio, a maioria da turma criou resistência quanto à utilização da internet para pesquisa em Física, pois vivenciavam a utilização desta apenas para as redes sociais. Ficou evidente a necessidade de planejamento, pesquisa e a adoção por parte do professor de uma postura dialógica-mediadora, possibilitando outro olhar para o computador, agora também como ferramenta de pesquisa. É necessário também o envolvimento da direção da escola, quanto ao apoio ao exercício docente. Também ao unir os recursos tecnológicos e as aulas experimentais, com viés investigativo, a apresentação do conteúdo tornou-se mais atraente para os alunos que, por viverem e se relacionarem no mundo tecnológico, aos poucos se sentiram motivados, colaborando ativamente com suas inferências e mudanças conceituais, participando de cada etapa das atividades propostas.

Publicado
2017-04-25
Como Citar
GOMES, Luciana. ENSINANDO AS LEIS DE NEWTON POR MEIO DE RECURSOS MIDIÁTICOS E DE RECURSOS EXPERIMENTAIS. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 6, n. 10, p. 107-115, abr. 2017. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/65>. Acesso em: 13 dez. 2019.
Seção
Relato de Experiência