ALEGORIAS DO FESTIVAL DE PARINTINS: UM RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DA GEOMETRIA PLANA

  • Wanderson Fernandes da Cruz
  • Clodoaldo Pires Araújo
  • Ruth Cristina Soares Gomes Araújo

Resumo

Este estudo tece uma análise acerca dos conhecimentos presentes na construção das alegorias do Festival Folclórico de Parintins demonstram noções matemáticas. Teve como objetivo apresentar a construção das alegorias como elemento didático para o ensino de geometria plana no 7º ano do Ensino Fundamental. O percurso metodológico foi centrado na natureza de pesquisa qualitativa, tendo como método de abordagem o fenomenológico, sustentado no método de procedimento estudo de caso e como técnica de coleta de dados a observação participante e entrevista aberta e fechada. Sendo sujeitos da pesquisa 02 artistas do Boi Bumbá Caprichoso e 27 alunos de 01 turma de 7º ano do Ensino Fundamental em uma escola pública estadual de Parintins, Amazonas. Sendo possível compreender que os professores apresentam dificuldades de assimilação e transposição da geometria plana; constatando que os artistas utilizaram inconscientemente estes conteúdos na construção das alegorias; identificando noções matemáticas como geometria plana e espacial, medidas, cálculos, dentre outros; alcançando, assim, nosso objetivo de utilização destas alegorias como potencializador do ensino de geometria plana.

Publicado
2020-01-02
Como Citar
CRUZ, Wanderson Fernandes da; ARAÚJO, Clodoaldo Pires; ARAÚJO, Ruth Cristina Soares Gomes. ALEGORIAS DO FESTIVAL DE PARINTINS: UM RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DA GEOMETRIA PLANA. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, [S.l.], v. 12, n. 26, p. 16 - 30, jan. 2020. ISSN 1984-7505. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/1653>. Acesso em: 07 jul. 2020.
Seção
Artigos