CHAMADA PARA PÚBLICA DA REVISTA SABERES & PRÁTICAS

2019-09-02

O mundo contemporâneo vive uma crise humanitária, planetária, sem precedentes, que põe em risco a nossa civilização frente ao avanço da barbárie, promovida pelos movimentos de extrema-direita. De orientação neofascista, esses movimentos têm como foco de ação as minorias sociais: mulheres, negros, indígenas, grupos étnicos de diferentes lugares e lgbtt+. No Brasil, após o golpe de 2016, que derrubou a presidente Dilma Rousseff, bem como elegeu um presidente assumidamente racista, visivelmente vinculado ao pensamento fascista e completamente despreparado para o cargo que ocupa, essa crise assume proporções assustadoras. Salientamos que esse processo é forjado a partir de um projeto neoliberal cujos interesses perpassam pelo ataque à democracia, liberdade de imprensa, perda de nossa soberania, apropriação das nossas riquezas, exploração da mão-de-obra e retirada de direitos trabalhistas, bem como pelo uso abusivo da natureza, impactando diretamente no equilíbrio ecológico, contribuindo para a destruição do meio-ambiente e de vidas humanas.

Diante desse contexto de crise que afeta diretamente as populações pobres, bem como os direitos humanos, a palavra de ordem é resistência. E esta passa pela educação, enquanto estratégia de emancipação social e de transformação, e pela cultura, enquanto ferramenta de contestação e de libertação. Nestes termos, a Revista Saberes & Práticas em seu 2º número compreende o papel do conhecimento nos processos de transformação, reflexão, crítica e de resistência e enfrentamento frente aos desafios do mundo presente e as possibilidades re-criativas de um futuro próximo. Atendendo decisão do Conselho Editorial, a revista receberá: artigos científicos, resenhas inéditas, relatos de experiências e registros imagéticos, que apontem para a necessidade de refundação quanto aos valores da democracia, ética, liberdade, igualdade e da justiça social e que tenham na experiência educacional e cultural um ato político de emancipação social. Destacam-se nessa compreensão: a escola com seus cotidianos, culturas, trabalho docente e formação, os movimentos sociais e sindicais, cultura e arte. O prazo para o envio de trabalhos vai de 26 de Agosto  a 01 de Outubro de 2019

Regras de submissão: Clique aqui!
Inscrições: Clique aqui!

Template: Clique aqui!