População ribeirinha do município de Boca do Acre: As Principais Causas do Êxodo Rural

  • João Marcos Dantas Universidade do Estado do Amazonas
  • Jorhan Lima Universidade do Estado do Amazonas
  • Matheus Alves Universidade do Estado do Amazonas
  • Otávio Mustafá Universidade do Estado do Amazonas
  • Railton Cavalcante Universidade do Estado do Amazonas
  • Tiago Barroso Universidade do Estado do Amazonas
  • Sebastião Breno Universidade Federal do Amazonas
  • Wendell Teles Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de identificar e descrever de forma empírica algumas das principais causas do êxodo rural do povo ribeirinho do município de Boca do Acre-AM. Como metodologia do trabalho da pesquisa, fizemos revisão bibliográfica sobre o tema abordado para reforçar ainda mais o conhecimento, além de um questionário envolvendo o secretário (núcleo de Boca do Acre-AM) do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal sustentável do Estado do Amazonas (IDAM) e pessoas que saíram da sua comunidade ribeirinha para morar na zona urbana do município. À medida que essa pesquisa foi se desenvolvendo percebemos vários fatores que contribuem para a saída das pessoas de sua comunidade para a cidade e, portanto, é uma quebra de elo entre essas pessoas e a cultura vivida onde viveu boa parte da vida, tudo em busca de melhoria na cidade.

Publicado
2019-11-05
Como Citar
DANTAS, João Marcos et al. População ribeirinha do município de Boca do Acre: As Principais Causas do Êxodo Rural. Revista Geopolítica Transfronteiriça, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 61 - 72, nov. 2019. ISSN 2527-2349. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/revistageotransfronteirica/article/view/1609>. Acesso em: 19 nov. 2019.
Seção
Artigos