Políticas de prevenção ao uso e abuso de drogas e o discurso proibicionista

o caso do Projeto Girassol, em Pará de Minas/MG

  • Izabella Riza Alves Universidade Federal de Minas Gerais
  • Juliana França Marques Lemos Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais - PUCMINAS

Resumo

A presente pesquisa objetivou analisar o Projeto Girassol que consiste em uma política alternativa de prevenção ao uso e abuso de álcool e outras drogas, aplicada nas escolas municipais de Pará de Minas, em Minas Gerais. Dentre os resultados alcançados, buscou-se identificar se existem, quais são eles e em que medida os discursos proibicionistas circulavam pelo projeto, apesar deste se apresentar como uma política alternativa, durante pesquisas de campo realizadas durante o ano de 2017. Deste modo, utilizou-se a analítica do poder de Michel Foucault, para estabelecer uma relação entre os discursos identificados no projeto e a institucionalização do racismo de Estado. Além disso, buscou-se constatar os resultados positivos alcançados pelo projeto, nas escolas em que foi aplicado. 

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Juliana França Marques Lemos, graduanda em Direito pela PUC Minas. Extensionista do Projeto Laços - PUCMINAS. Pesquisadora voluntária pelo FIP/CNPQ - PUCMINAS. Pesquisadora remunerada pelo PROBIC/ FAPEMIG - PUCMINAS, nos anos de 2017 e 2018.  Extensionista do Projeto Laços. Monitoria de Direito Penal I,II e III no ano de 2017.

Publicado
2019-06-13
Como Citar
ALVES, Izabella Riza; LEMOS, Juliana França Marques. Políticas de prevenção ao uso e abuso de drogas e o discurso proibicionista. ContraCorrente: Revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, [S.l.], n. 13, p. 53-66, jun. 2019. ISSN 2525-4529. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/contracorrente/article/view/1431>. Acesso em: 19 jun. 2019.